PRECISO COMER A CADA 3 HORAS?

Como de costume na Nutrição, depende! Existem situações em que comer a cada 3h pode ser interessante, como é o caso de pessoas diabéticas, que sofrem de refluxo ou gastrite ou que fizeram cirurgia bariátrica, por uma série de razões que envolvem: um maior controle dos níveis de açúcar no sangue, a redução da pressão intragástrica e a própria incapacidade de ingerir grandes volumes de comida em função do pequeno tamanho do estômago. 

 

Leia também: ENTENDENDO OS FATORES ANTINUTRICIONAIS

 

Algumas pessoas, ainda, podem simplesmente preferir se alimentar desta maneira. Cabe mencionar que uma alimentação à base de plantas costuma proporcionar um esvaziamento gástrico bastante rápido e que um número maior de refeições pode ser interessante para que se priorize a ingestão de determinados nutrientes em diferentes momentos, como optar por favorecer a ingestão de ferro em uma refeição e de cálcio em outra, uma vez que o segundo prejudica a absorção do primeiro, como já explicado neste post do blog.

Do ponto de vista do emagrecimento, comer frequentemente não é necessário e pode, até mesmo, ser prejudicial para pessoas com padrão alimentar compulsivo, que podem se beneficiar com dietas que exijam menos refeições diárias, pois pensar na próxima refeição o tempo todo e não se sentir totalmente saciado quando come pode desencadear episódios de compulsão.

Quando o assunto é ganho de massa muscular, fazer pelo menos 4 refeições com maior quantidade de proteínas é uma boa estratégia, e este número pode aumentar conforme e necessidade de consumir um maior volume de alimentos. Imagine para um fisiculturista que chega a ingerir 1kg de leguminosas por dia fazer isso em apenas 3 refeições – seria inviável!

É importante saber que comer a cada 3 horas não é condição essencial para o emagrecimento e que não acelera o metabolismo, isso é um mito. Para que o emagrecimento ocorra é fundamental que exista um déficit de calorias, independente do número de refeições diárias.

Para que se tenha uma ideia, atualmente eu faço cinco refeições por dia, mas já fiz três, quatro e até sete, dependendo do meu objetivo naquele determinado período. Tudo depende do seu objetivo, preferências e rotina. Por isso, é fundamental que se respeite a individualidade de cada um. Um bom nutricionista poderá lhe auxiliar a estruturar um plano alimentar adequado para as suas necessidades.

 

Um forte abraço,

Filipe.

 

FILIPE TESTONI é nutricionista, especialista em Nutrição Vegetariana.

 

Voltar para o blog