0

Seu carrinho está vazio

UM RELATO DE UMA AVENTURA ENTRE SERRA E MAR

junho 30, 2021

Sempre fui movido a desafios. Desafiar-me é uma forma de buscar o meu melhor, de sair da zona de conforto e assim evoluir. Falo evoluir em todos sentidos, tanto fisicamente como espiritualmente, o lado emocional, o caráter e todos os valores de bem. Nestes desafios aprendemos na prática sobre humildade, respeito, justiça, trabalho em equipe, ganhar e perder, superação e muitos outros.

Entendo que cada pessoa tem que buscar a sua melhor versão e para mim o esporte é uma ótima ferramenta, ou melhor, estilo de vida, para buscar isso.

Nesta busca pela evolução me propus a diversos desafios dos mais simples aos mais ousados. E hoje vou contar do último que encarei, que eu chamo de Expedição Litoral. Um desafio ciclístico das montanhas de Minas (Juiz de Fora) até às praias da Região dos lagos (Cabo Frio)

Como muitos sabem, na temporada de verão muitos juizforanos (também conhecidos como “cariocas do brejo” rsrs) partem para as praias de Cabo Frio. Isso já é um tradição das famílias locais de muitos anos. E como todo ciclista, sempre vem a ideia de fazer o trajeto da viagem em cima de uma bicicleta, foi assim que alguns atletas da cidade (JF) começaram a enfrentar este percurso (330km) de várias formas. Alguns de mountain bike, outros de speed. Alguns em 2, 3, 4, ou 5 dias e alguns poucos em somente 1 dia.

Por influência de alguns amigos e também de meu pai encarei este desafio de 340km em 2 dias em 3 ocasiões. Sempre muito duro e desafiador. Só que na busca de algo mais desafiador resolvi encarar os 340km em apenas um dia e com o único objetivo de chegar com o por do sol em Cabo Frio.

Como qualquer projeto que me disponho a realizar, gosto de fazer um planejamento pensando em todos os detalhes e criando cenários de tudo que possa acontecer no caminho. Também deixo em mente 3 planos: A, B e C. Para sempre ter pensado e treinado as ações caso algo saia do que não foi previsto no primeiro plano.

Para esta empreitada convidei o triatleta e amigo Antônio Bravo, que não pensou duas para dizer que estava dentro.

Plano elaborado, percurso desenhado, hora de ir para o desafio, que já começa uma semana antes de subir na bike. Manutenção dos equipamentos, compra dos alimentos e hidratação que serão utilizados etc.

Com a única meta de chegar com o por sol em Cabo Frio partimos de Juiz de Fora as 4h50 da manhã do dia 27 de março. Nosso primeiro desafio: pedalar a noite no frio da BR040. Com a serração baixa e visibilidade pequena, nossa velocidade teve que ser diminuída, afinal não queríamos uma interrupção logo no início do rolé. Passamos por Simão Pereira e próximo a Tres Rios já no estado do Rio de Janeiro o sol saiu, imponente, avisando que o calor viria forte próximo à metade do dia. Após 100km chegamos a Itaipava e o próximo desafio era a maior serra do percurso. A temida e linda serra de terê.

Passamos a serra com uma intensidade moderada pois já prevíamos que a parte mais dura seria o início da tarde com o calor. E foi o que aconteceu. Depois de Teresópolis, onde fizemos nossa primeira parada, passamos por Guapimirim e logo Cachoeiras de Macacu onde o calor bateu forte, com temperaturas acima de 35 graus. Tivemos que fazer algumas paradas pequenas para fazer o abastecimento de água gelada e tentar esfriar o corpo.

Passamos por Papucaia, entramos na BR 101 em Itaboraí, Tanguá e enfim chegamos na última estrada a Via Lagos. Altimetria relativamente baixa mas o calor muito forte, vento contra e o famoso rolling hills, aquele sobe e desce sem fim juntaram-se ao cansaço acumulado dos 280km que já passaram e começou a pesar as pernas. O objetivo de chegar com o por do sol estava no limite. Tivemos que manter focados e continuar com o ritmo relativamente forte. Ao final de 330km, 13h sendo 10h40 encima da bike chegamos a Cabo Frio com os últimos minutos de sol do dia.

O corpo estava cansado mas a felicidade de mais um desafio superado não tem preço. Gratidão por ter vivido este momento e por ter amigos que nos apoiem. 🙏🏼

Para alguns este desafio pode parecer fácil, para outros muito difícil. Mas para mim foi um dia incrível. 

E aí? Bora encarar?!

 

 

 

 

 

 

 



Ver outros artigos

A relação entre o consumo de leite e o uso de terras
A relação entre o consumo de leite e o uso de terras

julho 28, 2021

A influência da suplementação de creatina no funcionamento cognitivo de vegetarianas e onívoras
A influência da suplementação de creatina no funcionamento cognitivo de vegetarianas e onívoras

julho 26, 2021

TRAIL RUN: UM ESTILO DE VIVER
TRAIL RUN: UM ESTILO DE VIVER

julho 21, 2021