0

Seu carrinho está vazio

Mother Descomplica: Zinco

abril 09, 2021

O zinco é um dos elementos-traço, aqueles requeridos em pequenas concentrações para os processos biológicos, de maior importância para o metabolismo. Ele possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias e é um importante regulador do sistema hormonal. Além disso, o zinco desempenha papel importante no sistema imunológico, o que ganhou muita notoriedade em virtude da atual pandemia de COVID-19. É importante saber, entretanto, que sua suplementação não exerce efeito direto de aumento da imunidade e não deve ser feita sem orientação profissional.

A preocupação com a ingestão adequada de zinco em dietas vegetarianas se deve não a sua baixa oferta em alimentos de origem vegetal, uma vez que este mineral é abundante em leguminosas, cereais integrais, oleaginosas e sementes, mas sim a sua menor biodisponibilidade, pois este tipo de alimentação costuma ser rica em ácido fítico, o maior inibidor da absorção de zinco. Clique aqui para conhecer mais e saber como reduzir os fatores antinutricionas e aumentar a biodisponibilidade do zinco e de outros minerais.

A baixa ingestão de zinco ou a ingestão de fontes pouco biodisponíveis, bem como as perdas corporais, podem causar a deficiência deste mineral. O zinco é perdido sobretudo por meio da descamação da pele, através do intestino, da urina e do suor – motivo de alerta para esportistas, especialmente em épocas de maior calor. A deficiência pode ocorrer, também, em situações específicas, como em processos de cicatrização de grandes queimaduras.

Detectar a deficiência de zinco pode ser bastante difícil até que se torne grave, pois não há um método definitivo para diagnosticá-la. Os sintomas iniciais assemelham-se àqueles da deficiência de ferro, como fadiga, queda de cabelos, unhas frágeis e deficiência imunológica. Assim, a falta de zinco costuma ser detectada pela boa resposta à suplementação.

É recomendado, como medida de segurança, que os vegetarianos ingiram diariamente 50% mais zinco do que os onívoros (16,6mg para homens acima de 14 anos, contra 11mg para onívoros, e 12mg para mulheres acima de 19 anos, contra 8mg para onívoros), mas estas necessidades poderão variar conforme as características da alimentação como um todo. Quando não puder ser obtido em quantidades satisfatórias através da alimentação, o zinco poderá ser fornecido de forma suplementar como parte de um multivitamínico ou fórmulas manipuladas.

Consulte sempre um profissional.

 

Quer entender mais ainda sobre o zinco? Leia também ZINCO DE PLANTAS

 

Um forte abraço e bons treinos. Comam seus vegetais!

Filipe.

 



Ver outros artigos

UM RELATO DE UMA AVENTURA EM KONA, HAVAÍ
UM RELATO DE UMA AVENTURA EM KONA, HAVAÍ

outubro 13, 2021

3 RECEITAS RÁPIDAS DE LEITES VEGETAIS
3 RECEITAS RÁPIDAS DE LEITES VEGETAIS

outubro 06, 2021

DECIFRANDO OS RÓTULOS: TABELA NUTRICIONAL
DECIFRANDO OS RÓTULOS: TABELA NUTRICIONAL

outubro 05, 2021