0

Seu carrinho está vazio

Instagram pode Motivar Prática de Esportes

dezembro 28, 2020

Normalmente, é fácil nos me motivar a fazer exercício. Mas há também os dias em que o nosso sofá parece muito mais confortável do que o banco de musculação da academia.

Nesses dias, por hábito, pegamos nossos celulares e abrimos o Instagram para nos distrair e ganhar um pouco mais de tempo. Vamos mais tarde, dizemos a nós mesmos. Provavelmente.

 

Não é bom para a auto-imagem

Após apenas alguns minutos nas redes sociais, já somos confrontados com o quão fitness as outras pessoas parecem ser. Um homem musculoso fazendo flexões; uma jovem de roupa de academia segura um prato em frente da câmera: #fitforlife e #cleaneating .

Afinal, isto consegue nos motivar a fazer algum esporte hoje em dia? Ou será que só esfrega em nossas cara nossas próprias fraquezas? O Instagram tem uma má reputação quando se trata de influenciar a imagem que as pessoas têm de si mesmas. De acordo com um estudo britânico de 2017, nenhuma outra plataforma de mídia social tem um impacto tão negativo nos quesitos imagem corporal, comportamento do sono e saúde mental.

 

Afinal, o Instagram é um motivador?

Apesar disso, parece que, de fato, vale a pena gastar alguns minutos com o aplicativo de vez em quando. Um novo estudo realizado por cientistas da Universidade de Ciência e Tecnologia Norueguesa (NTNU) mostra que aqueles que assistem conteúdos motivacionais regularmente têm mais chances de serem ativos e praticarem mais esportes.

"Nosso objetivo era mostrar às pessoas qual é a sua motivação pessoal para praticar esportes", diz um dos autores do estudo da NTNU, Frode Stenseng.

Para testar a influência do Instagram na motivação esportiva, os participantes do estudo foram divididos em dois grupos. Um grupo seguiu uma conta do Instagram que postava frases ou imagens motivacionais de três em três dias durante um período de quatro semanas, enquanto o outro não.

 

Diversão esportiva através da iniciativa pessoal

As postagens da conta baseavam-se em várias teorias de motivação. Elas foram feitas para dar aos usuários a sensação de que faziam parte de um grupo e, no entanto, agiam de forma autônoma.

"Os participantes que seguiram a conta de motivação associaram muitas emoções positivas às suas atividades esportivas. Os outros não associaram", diz Stenseng. Isto porque aqueles que sentem que decidiram fazer um exercício por iniciativa própria divertem-se mais a fazê-lo.

 

Objetivos devem permanecer realistas

"A leitura de frases motivacionais nas redes sociais pode desencadear uma motivação inicial para querer se exercitar”, diz a coach motivacional Petra Wolfram. Porém, é preciso mais do que motivação para começar.

"Antes de estabelecer um objetivo, faço um balanço de onde estou", diz Wolfram. O próximo passo é considerar o que se realmente quer alcançar". "O objetivo pode ser um sonho, mas um sonho que seja realisticamente realizável", diz. Caso contrário, iniciantes tendem a desistir rapidamente", completa Wolfram.

 

Definir metas

Wolfram tem outras dicas para fazer com que pessoas se exercitem: "O caminho para o objetivo é importante. Gosto de compará-lo com a escalada de uma montanha. Quando se está embaixo, talvez ainda não se consiga ver o cume, e, por isso, é necessário estabelecer metas intermediárias.”

E, caso tenha um contratempo, não se concentre nele por muito tempo, diz Wolfram. "Não se pergunte 'Por que aconteceu isto comigo?' e sim 'O que posso fazer melhor e o que preciso para avançar?".

 

O Negócio dos Influenciadores Fitness

O Instagram é a plataforma perfeita para comercializar o seu próprio estilo de vida fitness. Os influenciadores fitness fornecem aos seus seguidores ideias de receitas e programas de treino - alguns gratuitos, outros por grandes quantias de dinheiro. Junto com isso vem a mensagem diária: "Você faz parte da comunidade; nós ficaremos em forma juntos."

Além de likes e comentários, os influenciadores lucram sobretudo com a disposição da sua comunidade em gastar dinheiro. Num estudo americano, 82% dos respondentes disseram que comprariam um produto se um influenciador lhes recomendasse. Quanto mais pessoas os influenciadores alcançarem, mais empresas lhes pagarão pelo seu endosso.

"Os influenciadores têm um enorme alcance e impacto nos dias de hoje", diz a psicóloga Silje Berg. Mas ela aponta um problema sobre como grande parte do conteúdo propagado pelos influenciadores fitness não se baseia em conhecimentos científicos.

"O estudo mostrou que os conteúdos baseados em dados científicos podem ter efeitos positivos, razão pela qual é importante que mais pessoas nesta área façam bom uso do seu alcance", diz Berg. É igualmente importante que os usuários abordem os conteúdos da plataforma com um olhar crítico, afirma.

 

Feedback negativo por meio de comentários

As chamadas jornadas de transformação - quando o desenvolvimento de uma pessoa é acompanhado desde o início - também são populares. "O encorajamento e o reconhecimento que as pessoas experimentam através dos comentários pode ter um efeito motivador", diz a coach Wolfram. "As pessoas começam a falar umas com as outras e a dar apoio umas às outras".

Mas nem todas as interações no Instagram são positivas. É raro encontrar seções de comentários sem expressões de ódio, inveja e negativismo. Wolfram adverte que a leitura de tais comentários pode ser desmotivadoras. "É importante desenvolver uma forma de barreira contra certos comentários como maneira de se proteger", diz ela.

Quando trabalha com atletas profissionais, ela faz com que eles evitem completamente as redes sociais por alguns dias antes de um evento importante ou depois de um fracasso.

 

Relevância da saúde e do esporte

Apesar das observações muitas vezes depreciativas que se encontram nos comentários e da influência negativa que o Instagram parece ter na imagem corporal das pessoas, pesquisadores noruegueses encontraram vários aspectos positivos na plataforma.

"O estudo mostrou que as redes sociais também podem ter uma influência positiva e são úteis no quesito de chamar a atenção para a relevância da saúde e do esporte", diz Berg.

 

Não sei vocês, mas pra gente isso significa que tá na hora de sair do sofá e ir praticar algum esporte!

 

Escrito por Deutsche Welle.



Ver outros artigos

A vida é movimento
A vida é movimento

junho 09, 2021

Fôlego e Força Máxima: Diferenças entre Atletas de Resistência Vegetarianos e Onívoros
Fôlego e Força Máxima: Diferenças entre Atletas de Resistência Vegetarianos e Onívoros

junho 07, 2021

Conexão Homem Natureza
Conexão Homem Natureza

junho 02, 2021