0

Seu carrinho está vazio

DIETAS RICAS EM PROTEÍNAS À BASE DE PLANTAS PROMOVEM GANHO DE MASSA MUSCULAR EQUIVALENTE ÀS DIETAS ONÍVORAS RICAS EM PROTEÍNA

outubro 19, 2021

As dietas à base de plantas têm conquistado a cada dia mais adeptos e simpatizantes, no entanto, há uma grande discussão no que diz respeito à existência de vantagens e/ou desvantagens sobre uma dieta onívora no ganho massa e força muscular. Porém, um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) concluiu que o mais importante é ingerir a quantidade adequada de proteínas, independentemente da origem do nutriente.   

No estudo, foi investigado os efeitos da fonte de proteína na dieta (dieta exclusivamente baseada em vegetais vs. dieta mista) no efeito de treinos de força e massa muscular em jovens saudáveis. Participaram do estudo 38 homens jovens ​​com idades entre 18 e 35 anos, classificados em dois grupos de acordo com suas dietas habituais: 19 veganos (dieta baseada em vegetais) e 19 onívoros (dieta mista com alimentos de origem vegetal e animal). Importante ressaltar que cada grupo seguia suas respectivas dietas há pelo menos 1 ano. Os participantes foram monitorados durante 12 semanas e realizaram, duas vezes por semana, treinos estabelecidos para ganho de massa e força muscular. Além dos treinos, a ingestão de proteína dos dois grupos foi equalizada (1,6g por quilo corporal por dia) usando suplemento de soja para os veganos e whey protein para os onívoros, e monitorando o consumo alimentar a cada 4 semanas. Ao final dos 3 meses, não foi verificada diferença no percentual de ganho de massa e força muscular entre os indivíduos veganos e onívoros.

Isso mostra que uma dieta rica em proteínas, exclusivamente à base de plantas (alimentos de origem vegetal + suplementação de proteína de soja isolada) não é diferente de uma dieta com base mista de proteínas (alimentos de origem animal e vegetal + suplementação com whey protein) no aumento de força muscular e ganho de massa, ou seja, a fonte de proteína não promove prejuízos nas adaptações induzidas pelo treinamento de resistência desde que as quantidades ingeridas sejam adequadas. 

Esse foi um dos primeiros estudos que fez uma análise clínica do efeito da qualidade da fonte proteica nas adaptações musculares comparando veganos e onívoros. Pois, a maioria dos estudos sobre o tema analisou o mecanismo da resposta anabólica aguda do músculo em função da fonte proteica em condição laboratorial e não o ganho de massa muscular em si. 

Apesar dos resultados demonstrarem efeitos semelhantes entre as duas dietas, vale ressaltar que o estudo foi conduzido com adultos saudáveis e que, para fins de controle experimental, o aporte proteico foi igualado entre as duas dietas por meio do uso de suplementos proteicos. Dessa forma, não é recomendado extrapolar os resultados para outras populações, como a de idosos ou de pessoas com algum comprometimento de saúde. Pois, cada perfil populacional tem uma demanda diferente de nutrientes, principalmente de proteína.

 

Referência:

HEVIA-LARRAÍN, Victoria et al. High-Protein Plant-Based Diet Versus a Protein-Matched Omnivorous Diet to Support Resistance Training Adaptations: A Comparison Between Habitual Vegans and Omnivores. Sports Med 51, 1317–1330. 2021. doi: 10.1007/s40279-021-01434-9).

 



Ver outros artigos

PARA O QUE SERVE E COMO CONSUMIR O GEL DE CARBOIDRATOS?
PARA O QUE SERVE E COMO CONSUMIR O GEL DE CARBOIDRATOS?

novembro 30, 2021

INCENTIVAR PEQUENAS MUDANÇAS NA ALIMENTAÇÃO É UM GRANDE PASSO PARA SALVAR O PLANETA
INCENTIVAR PEQUENAS MUDANÇAS NA ALIMENTAÇÃO É UM GRANDE PASSO PARA SALVAR O PLANETA

novembro 16, 2021

A GREEN FRIDAY E A BUSCA POR UM CONSUMO MAIS CONSCIENTE
A GREEN FRIDAY E A BUSCA POR UM CONSUMO MAIS CONSCIENTE

novembro 05, 2021